TV APARECIDA


Novidades

Sertanejo para mulheres

Seguindo tendências, programa valoriza a presença feminina

24 de Maio de 2017

Antenada com as perspectivas da mídia em geral e as tendências do mundo artístico, a TV Aparecida abriu as portas para a mulher no mundo sertanejo.
A prova disso é o comando semanal do programa Aparecida Sertaneja sob a batuta – ou o microfone – de Mariangela Zan. Dona de uma voz forte e inconfundível, com habilidades no violão, Mariangela comenta sobre o espaço aberto na TV Aparecida.
“Um espaço importantíssimo, pois sempre priorizamos a presença feminina no Aparecida Sertaneja, uma vez que estamos na casa de Nossa Senhora Aparecida, a mãe maior de todos nós. Em um programa apresentado por uma mulher, nada mais justo sempre termos mulheres violeiras, cantoras, musicistas em nossas pautas.  Sem falar que sou muito grata à TV Aparecida pela oportunidade de apresentar o Aparecida Sertaneja, a grande mudança profissional de minha vida.”
Em um terreno por onde quase sempre esteve em evidência o viés masculino, novos ventos têm trazido a mulher dos bastidores para o protagonismo do mundo sertanejo e a tendência atual tem sido vitrine merecedora de atenção. O caminho já foi aberto muito antes, com alguns nomes fortes da música, como Inezita Barroso.
Aliás, este nome carrega uma referência especial para Mariangela. “Particularmente, foi uma madrinha para mim, proporcionando-me grandes oportunidades no Viola Minha Viola.” Ressaltando Inezita como uma das principais precursoras da mulher na música caipira, que lutou para aprender a tocar viola, estudou o folclore, viajou o Brasil e trouxe seu legado para a mídia, Mariangela afirma: “Ela é um exemplo a ser seguido por todas nós”.
Com um carreira iniciada profissionalmente bem cedo, aos 13 anos de idade, Mariangela Zan tem espaço garantido no cenário artístico sertanejo, representando muito bem as mulheres pela TV Aparecida. E chora viola!!

Aparecida Sertaneja
Toda terça-feira, às 20h
Auditório da Rede Aparecida de Comunicação